Mary Poppins

Em poucos dias passei de uma investigação para um doutoramento para um livro infantil. Estou a tentar não ficar doidinho – aflição que sinto desde a última operação, que evitou que ficasse mesmo– reparei nisso depois de acordar da cirurgia – foi muito assustador perceber que se podia passar aquilo sem eu me dar conta – mais assustador à luz do “O erro de Descartes” de António Damásio, que faz com que o que me estava a acontecer faça assustadoramente sentido – e agora dou por mim a escrever de uma forma ainda mais estranha – sequelas? – é a vida…

Depois da operação, a toque de esteroides e de uma consciência renovada, juntamente com um desmesurado sentido de urgência – obrigado à equipa de neurocirurgia do professor King – acelerei, perigosamente, na investigação para o meu doutoramento. Ia-me estampando! Numa semana fiz mais que nos oito meses anteriores, e continuei a abrir por aí a fora, praticamente sem conseguir dormir, mesmo com soporíferos – já não estou a tomar nada dessas coisas.

Há poucos dias decidi abrandar e, eventualmente, parar. Foi sábio! Deixei de inventar desculpas para não trabalhar e permiti à cabeça descansar. Voltei a ler livros – alguns de qualidade duvidosa adoro ler livros fáceis de ler, é do melhor para relaxar sem encolher o cérebro – e, sem querer, acabei por resolver muitas coisinhas que estavam a estorvar ao miolo sem eu me dar conta.

Noto que estou a melhorar quando a ceia de Natal, especialmente escolhida para demorar apenas 30 minutos no forno, a final demora 2h15 e não fico com vontade de arrancar olhos.

Obrigado à colega de trabalho da Sofia, a Anne, que nos mandou presentes, incluindo para o Lupi.

O Lupi com uma coleira que parece um avental, alusivo ao Natal, que diz: Team SantaEu a dar ao Lupi um stick para lavar os dentes de cão, segurando uma ponta com a minha boca, e o  cão a segurar na outra ponta com a boca dele.

Obrigado à Sofia que me ofereceu um chapéu lindo, que me vou esforçar para usar durante muitos anos.

Eu a usar o belo chapéu que a Sofia me ofereceu.

Obrigado ao presidente da NF Patients United por me ter falado da esperança que é o BRIGATINIB para as pessoas com NF2.

Obrigado a todos os que me têm ajudado, seja de que forma for!

Comente aqui

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s