2%

Ao ler o Jogo das Contas de Vidro, livro que recomendo ler com vagar, capacidade que deve ter ficado nos 98% que não tenho, fiquei a pensar nos 2% que me restam.

Só ontem é que me dei conta do estado de exaustão em que me encontro. Apesar da semana anterior ao meu internamento ter sido sobejamente melhor do que a ulterior, o cansaço em que me encontrava, e encontro, é absurdo. Dei-me conta disso ontem, quando, finalmente, após uma sesta me senti realmente melhor, recuperado! Acho que aquela sesta foi a primeira a contar para abater na conta da exaustão. Desde aí que cada momento de descanso faz realmente diferença. Noto, portanto, um incremento para melhor.
A personagem central do Jogo das Contas de Vidro acaba por morrer numa atividade, aparentemente, banal, mas para a qual não estava fisicamente capacitado. Só aconteceu porque quis, deliberadamente, ignorar os sinais que o corpo lhe enviou
Dostoiévski escreveu algures qualquer coisa como: “A realidade é como uma parede, se a ignorarmos chocamos contra ela.”
Anúncios

Comente aqui

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s