Itália #4 – 2.° dia Completo

Acordámos ainda mais bem dispostos que no dia anterior, afinal já tínhamos cuecas lavadas – só quem já passou por “elas” é que sabe dar o valor – e descemos para o magnífico pequeno-almoço.

Reparámos que não havia um tipo de pão de que eu tinha gostado muito, nem um tipo de queijo – era amanteigado, uma maravilha. OK, sem problema! Estava tudo ótimo na mesma.

Voltámos ao quarto para nos arranjarmos e mentalizarmo-nos para sair.

Desta vez decidimos usar o metro – adoro metros! Para mim, ir a uma cidade com metro e não o ter
usado, é quase como não ter estado lá. Ao descer para a estação, a Sofia, em meio a uma exclamação, que indiciava uma pontinha de apreensão, perguntou-me se eu imaginava de que
marca eram as máquinas de vendas de bilhetes.

máquina da marca Xerox

Aquilo explicava-me muitas coisas.

Meti a mão no sítio do troco para apanhar os euros do utilizador anterior, comprámos os nossos
bilhetes e fugimos.

Saímos na Piazza Duomo, prontos para a jornada.

Duomo di Milano, na Piazza Duomo

Passadas 650 lojas, ou 3, não sei bem, e vários dias, ou duas horas, já com umas pantufas – o resto não me lembro porque me interessava muito menos –, decidimos ir comer. Ao afastarmo-nos da Piazza Duomo, a realidade dos passeios e das scooters voltou a abater-se sobre nós. Descobrimos que os Italianos também eram muito liberais a estacionar e hábeis na resolução de problemas adjacentes, quando uma senhora ralhava, solidariamente pra comigo e pra com a Sofia, com uns miúdos para eles se afastarem do meu caminho – eu ia com a bengala branca –, o caminho estreito, que assenhora tinha deixado entre a parede e o carro dela quando estacionou em cima do passeio. Desejei-lhe as boas tardes e uma multa e seguimos para uma pizzaria.

Depois de uma das pizzas mais ordinárias que alguma vez tive que comer – estava prestes a
desfalecer, já foi mesmo para combater a prostração aguda que se estava a instalar – e de termos
tentado comprar uma camisola, linda e que me ficava muito bem, mas que ficou na loja porque a empregada insistia, aos berros – de acordo com os padrões portugueses – que eu tinha que ter o “partita IVA” se quisesse uma fatura, seguimos para a clínica, para a segunda sessão de tratamento, já com acupuntura.

Chegámos à clinica – o que já não foi nada mau – um bocado aflitos. Tínhamos andado às compras, a
ouvir pessoas aos berros, tínhamos comido uma pizza assombrosa e tínhamos andado a evitar buracos e scooters. O resultado foi um atraso de meia hora e a Gabriela sem saber o que fazer, a pensar que talvez não fossemos e sem os nossos números de telefone para tentar perceber o que se estava a passar.

A Gabriela, pacientemente, examinou-me e, enquanto me punha as agulhas, respondeu a todas as perguntas, minhas e da Sofia. om tanto falatório algumas agulhas foram caindo – as da cara – e cuidadosamente recolhidas – fica aqui expresso, publicamente, o meu sincero desejo que, entretanto, a 10.ª já tenha sido encontrada.

O Diego e o Alfredo chegaram e a sessão de Sacrocraniana começou. Mais uma vez, foi, absolutamente, maravilhoso ter sido tratado por quatro terapeutas. Saí da clinica nas nuvens, a sentir-me muito bem!

Voltámos ao Carrefour para comprar água, Birra Moretti – de Udine , uma cidade de que gosto muito e tenho boas recordações – e Nastro Azurro, fomos ao hotel descarregar as coisas e fomos coroar o dia ao Il Tavolino. Encomendámos pizzas para levar e, pacificamente, fomos comer para o
nosso quarto. Adorei a pizza de anchovas, que tão raramente encontro!

O dia tinha sido enorme e cansativo. Já tinha pantufas e o jantar tinha sido ótimo. Fomos dormir, cansados mas muito satisfeitos, mas só durante um bocadinho, porque passada uma hora o telefone tocou e do outro lado estava um italiano a gritar a dizer “YOUR BAGS ARE HERE, DO YOU WHANT ME TO TAKE THEM UP?”. Respondi “no…”

1 thought on “Itália #4 – 2.° dia Completo

  1. Zak

    Hello admin, i found this post on 14 spot in google’s search results.
    You should reduce your bounce rate in order to rank in google.
    This is major ranking factor nowadays. There is very handy wordpress plugin which can help
    you. Just search in google for:
    Lilas’s Bounce Plugin

    Gostar

    Responder

Comente aqui

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s