Micro-carta aberta a empregados de mesa

Antes de se quer se falar na hipótese de vir a ter problemas de audição, já tinha dado conta – há muitos anos, desde bastante novo –, que ouvir estava longe de ser tudo para a comunicação.

Sempre senti uma dificuldade extrema em falar com empregados de mesa, parece carma! Não percebo patavina do que me dizem nem eles o que eu digo! Quando não me enerva, chega a ser caricato! O mais comum é isto: (eu) – boa tarde, quero uma Água Das Pedras. (empregado de mesa a olhar para quem está comigo) – O quê?

Ser estrábico prejudica bastante. Naturalmente, as pessoas não sabem, à partida, que estou a falar com elas. Já testei pôr os meus óculos de sol e virar a cabeça para a pessoa, de forma a camuflar essa situação: (eu) – Boa tarde, quero umas pastilhas Maxer e uma Água Das Pedras. (empregada de mesa) – não há. (eu) – …………………… o quê é que não há?!

E a quantidade de sumos trocados – OK, bebo águas com sabores que devem ser feitos só para mim, mas não é justificação –, os bifes só com batatas que também trazem arroz, ou, pura e simplesmente, os pedidos que nunca aparecem? É quase revoltante!

Vem isto a propósito porque, esta semana, na quinta-feira, eu e a Sofia fomos ver a magnífica Orquestra de Jazz de Leiria, com o não menos excelente Herman José. Como já estávamos atrasados, resolvemos ir sem jantar e comer uma treta qualquer no Pingo Doce, junto ao Teatro José Lúcio da Silva, onde ia decorrer o espetáculo.

Ao entrarmos a Sofia viu a zona da pastelaria, ainda antes das caixas e leu-me “Bolos” e mais não sei o quê que não me recordo. Ora, eu não sou fã de doces, menos ainda ao jantar e assim que me cheguei ao balcão e me apercebi da presença do empregado perguntei: – tem salgados? – O empregado repetiu, exclamando: – “salgados? Salgados? Salgados? Salgados?” – Eu pensei que “pronto, outra vez a pedir coisas parvas e depois admiro-me. Ora se aqui diz bolos e mais não sei o quê…” E o empregado, sem parar: –“salgados? Salgados? Salgados? Salgados?” – Até que a Sofia disse: – Sal-Ga-Dos!. O empregado: – ah! Tem (e discorreu um ror de nomes de deliciosos fritos) – Eu pensei “caramba!” – não foi bem caramba…. E perguntei à Sofia “mas então que raio entendeu o senhor?”. (Sofia) – Só gatos! – Este Sr. Empregado pelo menos tentou repetir, para mim e tudo, em vez de me dar mesmo gato, caso houvesse.

Este post dava um capítulo, ou mesmo um livro – publica-se de tudo! – tantas foram as situações e o que há para dizer sobre esta parte da vida, tão importante. Mas, para já, fico-me por aqui e por uma micro-carta aberta (MCA) aos Sras./Srs. Empregados/as de mesa. Aí vai:

Início da MCA

Exmos/as Sras./Srs, empregados/as de mesa,

Podem falar comigo. Eu sou quase sempre simpático, tenho capacidade de decisão e só não vejo. Ouço!

Até breve,

João

Fim da MCA

É claro que quando o senhor do Pingo Doce perguntou, o clássico, “mais alguma coisa?”, tive que responder: – Gato!

“só gatos? Só gatos? Só gatos? Só gatos?”…

Anúncios

1 thought on “Micro-carta aberta a empregados de mesa

  1. Catarina Moreira

    Meu lindo Jonhy: já que tiveste a ousadia de redigir uma carta aberta a todos os senhores garçons e garçonettes deste país – não é qualquer um que arrisca levar com uma cuspidela no café de um empregado de avental menos tolerante a reparos – então sugiro que, já agora, alargues os destinatários e incluas também todos aqueles que insistem em gritar à tua mãe (que para quem não sabe, ficou surda pela mesma doença) sempre que ela não entende, visualmente, a articulação das suas bocas. Para esses: PÁREM COM ISSO!! ELA NÃO VOS OUVE NA MESMA E A MIM JÁ ME DÓI A CABEÇA!!!

    Liked by 1 person

    Responder

Comente aqui

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s